sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Bolinhas de Milho Verde

De vez em quando, uma fritura pode...
E estas bolinhas são super gostosas! Para acompanhar uma carne assada, perfeito! Ou uma cervejinha, enquanto joga conversa fora...


Para 4-6 porções:
250 ml leite
1 colher (sopa) bem cheia margarina
1 colher (chá) sal
pimenta do reino ou vermelha - usei a calabresa seca, sem as sementes
1 dente de alho picadinho
1 pitada noz moscada ralada na hora
200g de milho verde cozido e batido ligeiramente no liquidificador
100g farinha de trigo
1 pires de café de cheiro verde picadinho

E, para empanar
ovo ligeiramente batido
farinha de rosca

Coloque em uma panela o leite, a margarina, o sal, a pimenta, o alho, a noz moscada e leve ao fogo. Quando ferver, acrescente o milho e o cheiro verde, misture bem, e junte, de uma só vez, a farinha de trigo, misturando bem e deixe cozinhar até desprender do fundo da panela, cerca de 3 minutos. Deixe esfriar.



Faça bolinhas de 2cm de diâmetro, passe por ovo batido e farinha de rosca.
Frite em óleo quente.

Sirva a seguir

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Arroz Doce


Hoje é aniversário do meu pai!
Ele adorava arroz doce, me lembro que ele falava que não tinha doce caseiro mais gostoso do que um arroz doce bem feitinho...
Em sua homenagem, fiz o arroz doce hoje!

Segui a receita da Elvira, só acrescentei gemas pois ele gostava 'um pouco amarelinho'.

Saudades!!!


Ingredientes para 4-6 porções
500ml de água
1 pitada de sal
1 tira grande de casca de limão - só a parte verdinha
1 pau de canela
200 g de arroz carolino - usei arborio
1 l de leite
200 g de açúcar

3 gemas passadas por peneira
canela em pó q.b.


Coloque a água, o sal, a casca de limão e o pau de canela numa panela grande e leve ao fogo para ferver.
Junte o arroz e deixar cozer em fogo baixo, mexendo com freqüência.
Aqueça o leite juntamente com o açúcar.
À medida que a água se vai evaporando, adicione pequenas quantidades de leite quente. Mexa com freqüência (o arroz não deve colar na panela nem faltar líquido).
Cozinhe até o arroz ter absorvido quase todo o leite mas sem ficar seco (deve-se apresentar cremoso no final).
Como eu gosto bem cremoso, deixei com um pouco de líquido, lembrando que após esfriar, o doce encorpa mais.
Remova a casca de limão e o pau de canela.
Bata levemente as gemas e acrescente um pouco do arroz quente, misture bem, acrescente mais um pouco, misture novamente, volte tudo para a panela, mexa por mais uns 3 minutinhos e retire do fogo.
Distribua o arroz por tacinhas individuais e deixe amornar.
Decore a gosto com canela em pó.
Sirva frio mas não gelado.

######################################################

Queridas A.S., vocês tornaram meu dia muito alegre, obrigada!!!

Beijinhos!

(imagem www. webweaver.nu)

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Risotto de Camarões e Cogumelos

Queria fazer um risotto, e quando vi os camarões no mercado, bingo! Já sei como preparar uma refeição gostosa, fácil, rápida (somente uma panela, para o fim de semana, perfeito!). Esta receita combinou muito bem com o que eu queria!


Meu filho ajudou a preparar, separando os ingredientes, medindo a quantidade do arroz, laminando os cogumelos, e mexendo a panela.... lindo!!!!!!



Vamos lá, para 6 porções:


2 xícaras (chá) de arroz arbóreo
1 cebola, picada
1 dentinho de alho, picadinho
1 xícara (chá) de camarões, pequenos
1 xícara (chá) de champignon tipo Paris, fatiado
4 colheres (sopa) de manteiga
½ xícara (chá) de queijo parmesão, ralado - não usei...
4 xícaras (chá) de caldo de legumes, fervente
1 xícara (chá) de vinho branco
sal e pimenta-do-reino, a gosto


Limpe os camarões, eu tirei tudo cabeça, casca, perninhas e rabo, e todas as tripinhas.
Lavei bem as cascas, perninhas e rabos e coloquei na panela para ferver, junto com o caldo de legumes, coei e deixei no fogo baixinho novamente, para ir utilizando no preparo do risotto.
Leve cerca de 5 xícaras de água para ferver numa leiteira. Junte o caldo e mexa bem. Reduza o fogo assim que ferver.
Faça o pré-preparo picando a cebola, limpando os camarões, fatiando os cogumelos e ralando o queijo.
Esquente uma panela grande com duas colheres (sopa) de manteiga e junte um pouco da cebola picada - acrescentei uma colher de azeite extra virgem.
Neste ponto, alterei um tantinho: acrecentei o alho, os camarões e cogumelos e dei uma salteada neles, uns 2 minutinhos só, temperei com sal e pimenta; retirei da panela e mantive num prato, aquecido.
Coloque mais um tantinho de manteiga e azeite, junte o restante da cebola picada, mexa um pouco e assim que ficar transparente junte o arroz.
Mexa o arroz com uma colher de pau por 3 minutos em fogo alto. Diminua a temperatura do fogo para médio-baixa e acrescente o vinho. Mexa bem até que o vinho tenha sido absorvido.
Aos poucos, coloque o caldo de legumes (que deve estar bem quente), mexendo sem parar. Conforme o caldo for absorvido, acrescente mais.
Depois de 10 minutos, junte os camarões e os cogumelos, e tempere com sal e pimenta-do-reino. Eu só acrescentei os camarões e cogumelos quando faltava uns 3 minutinhos para ficar pronto, cerca de 15 minutos após o arroz ter entrado na panela. Continue cozinhando, e acrescentando o caldo conforme for preciso, por mais 7 a 8 minutos. Junte o queijo e a manteiga. Desligue o fogo.
Sirva imediatamente.

domingo, 25 de novembro de 2007

Cookies de Chocolate Rendados


Vi esta receita neste blog delicioso e anotei, para fazer num dia com mais calma.

Demorou, mas fiz hoje, um carinho para a minha filha, que fez seu primeiro exame pré-vestibular hoje - ainda como treineira!

A receita foi apresentada pela primeira vez pela Patricia do TK, portanto, certeza de delícia!

Bem, um parêntesis: não sei fazer bolinhas com as mãos. Não vale dar risada...., tá bom, vale, mas é a pura verdade! Fazendo com delicadeza, ou depressa, ou sentada, ou com as mãos espalmadas, ou fazendo conchinha, ou... não sai uma bolinha, de jeito nenhum, elas saem, sim, idênticas, mas ficam 2 chapeuzinhos de gnomos, um para cima, outro para baixo... então, todos os meus docinhos precisam ser, após enrolados, achatados, arrumados...

Mas como eles iriam achatar com o calor do forno - ahá, testei 4 cookies antes, para ver o resultado - e saber o tempo de forno para o assamento, vi que podia fazê-los, sem problemas.


100g de chocolate amargo - usei meio-amargo
80g de manteiga, em temperatura ambiente, cortada em cubinhos
220g de açúcar refinado
1 ovo, levemente batido
150g de farinha de trigo
1/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
2 colheres (sopa) de cacau em pó, peneirado
40g de açúcar de confeiteiro, peneirado


Peneire a farinha com o bicarbonato e reserve.
Em uma panelinha, derreta o chocolate e a manteiga em fogo baixo, mexendo. Quando derreter completamente, despeje a mistura numa tigela média.
Acrescente o açúcar refinado, o ovo, a farinha com bicarbonato e o cacau. Misture bem para unir todos os ingredientes e formar uma massa uniforme. Cubra e leve à geladeira por 15 minutos (ou até firme o bastante para você enrolar).

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Pegue porções pequenas de massa - equivalentes a 1 colher (sopa) - e molde bolinhas. Usei a minha balancinha e fiz bolinhas de 16g cada.
Como eu tenho 'aquele probleminha com as bolinhas', fiz os docinhos e levei à geladeira novamente, por mais 30 minutos.
Depois, passe-as generosamente pelo açúcar de confeiteiro - quanto mais açúcar você grudar nas bolinhas, mais rachadinhos os biscoitos ficarão.
Coloque-as em formas (eu forrei as minhas com papel manteiga, ficou fácil desenformar os cookies) com espaço para que espalhem. Asse por 15 minutos ou até que estejam firmes - os meus deixei por 10 minutos, cravados, ficaram ótimos, levemente macios no miolinho, crocantes nas beiradas.
Depois de frios, retire os cookies das formas.
Rendimento: 39 cookies de 16g cada

sábado, 24 de novembro de 2007

Torta de Frango com Requeijão Cremoso

Tenho o costume de, quando fazer massa de torta, fazer 2 ou 3 receitas, e congelar o que não for utilizar no dia. Faço assim porque, quando desintoco o processador, dou um bom motivo para ele trabalhar, então, além de massas de tortas, já elenco trocentas coisas para fazer com ele - picar nozes, fazer farinha de amêndoas, etc, assim, quando ele volta para o armário, fico feliz por tê-lo utilizado bem - além de montar, lavar, secar, montar, lavar, secar...e guardar!

A massa desta torta é a mesma da Torta Cremosa de Palmito que fiz anteriormente. Estava congelada, então, tirei do freezer, baixei para a geladeira e no dia seguinte ela já estava prontinha para usar. Foi só preparar o recheio, e forno!

Recheio de frango com requeijão

1 kg peito de frango com osso
1 cebola
1 cenoura
1 talo de aipo ou salsão
1 alho poró
1 folha de louro
1 litro de água filtrada fria

2 colheres (sopa) de azeite
1 cebola pequena bem picada
1 dente de alho picadinho
o frango picado e levemente desfiado
ervas finas secas
1 tomate picado, sem sementes
500ml de caldo de frango
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
sal, pimenta calabresa seca
200g requeijão cremoso

Tire a carne de frango do osso, sem preocupações, deixando até um pouquinho. Reserve os filés sob refrigeração.
Corte os legumes e vegetais em cubos pequenos.
Em uma panela grande coloque os ossos, os legumes e vegetais com a água, e leve ao fogo baixo, deixando ferver por 1 hora. Acrescente o frango reservado, e deixe cozinhar no caldo, até que fique macio.
Retire o frango, corte em cubos pequenos e levemente desfiados, coe e caldo e reserve.

Refogue a cebola e o alho no azeite, junte o frango, mexa bem, acrescente a farinha de trigo, mexa bem e junte o caldo de frango, as ervas finas, o tomate, sal e pimenta, mexendo sempre até engrossar e cozinhar a farinha. Desligue o fogo, prove o sal e acrescente o requeijão cremoso. Utilize frio.



Massa - ingredientes e preparo aqui.




Serve 6 porções

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Pudim de Leite Condensado


Aqui em casa pudim de leite condensado é sempre bem-vindo!

Meu filho pediu para eu fazer pudim de leite, ...'mas mãe, faz aquele da última vez, tava tão gostoso'... o da última vez foi o Flan da Bia, mas como eu não tinha uma fava de baunilha em casa, e ele queria 'ainda hoje', fiz este, tradicional, que também é delicioso.

Eu começo preparando o doce, e deixo descansar no copo do liquidificador enquanto faço a calda de caramelo, assim, dá tempo para a espuma do liquidificador baixar...

Caso você prefira uma quantidade de calda maior, prepare o caramelo com 2 xícaras de açúcar com 1 xícara de água - sempre na proporção de 2:1, OK!


Pudim
4 ovos inteiros
1 lata de leite - 395g
2 medidas (lata) de leite


Ligue o forno em temperatura média (180 ºC).

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata muito bem, até ficar bem homogêneo.
Deixe descansando, enquanto prepara a calda de caramelo.

Coloque uma caneca com água para ferver, para fazer o banho-maria.


Calda de caramelo - xícara de 200ml!
1 1/2 xícaras (chá) de açúcar
¾ de xícara (chá) de água

Coloque o açúcar e a água numa panela, leve ao fogo alto, e mexa até os grãozinhos de açúcar derreterem. Pare de mexer, limpe as paredes da panela com um pincelzinho molhado em água e deixe ferver, não mexendo mais, até atingir a cor de caramelo. Eu prefiro um caramelo mais clarinho, pois se ficar um tantinho a mais no fogo, a calda ficará amarga.

Desligue o fogo e coloque o caramelo numa forma de pudim - de buraco no meio. Com a ajuda das costas de uma colher, espalhe o caramelo por toda a forma.

Despeje a mistura do liquidificador na forma de pudim já caramelizada. Cubra com papel alumínio.

Pegue uma assadeira, coloque um pano de cozinha - eu coloco 2 folhas de papel toalha, coloque uma fatia de limão - para não pretejar a assadeira nem a forma do pudim, leve ao forno aquecido e coloque a água fervendo. Coloque então a forma de pudim já fechada com o papel alumínio na assadeira com água. Asse por aproximadamente 1 hora e meia.
Após 1 hora de cozimento, abra o forno, retire o papel alumínio e espete uma faca, delicadamente, no pudim. Se a lâmina sair seca, o pudim já está pronto. Mas se sair molhadinha, o pudim deve ficar mais meia hora no forno. Volte a colocar o papel alumínio no pudim e certifique-se de não faltar água do banho-maria, caso seja necessário, acrescente água quente.
Quando o pudim estiver pronto, retire do forno e deixe esfriar apoiado numa grade.
Quando estiver frio, leve à geladeira com cuidado e deixe gelar por 1 hora.

Retire o pudim da geladeira, coloque um prato por cima da forma e vire com cuidado.
Mantenha na geladeira até a hora de servir.

Passe o prato para eu servir, por favor...

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Biscoitos de Azeite e Laranja


Achei esta receita super interessante pelo fato de utilizar azeite, ao invés de manteiga ou margarina para fazer os biscoitinhos.

Eu já tinha visto mas nunca degustado ou feito em casa, então aproveitei um tempinho disponível e fui brincar na cozinha.

Fiz meia receita, apresento aqui conforme está no blog da Karen.

Em uma das fornadas, além de pincelar com a gema, eu também polvilhei açúcar granulado em cima. Ficou ótimo!

Só um detalhe - aiai, ainda tenho coragem de dizer detalhe! - esqueci de colocar o fermento...

Então, acredito que, com a receita certa, eles ficariam um pouco mais crescidos... Ah, para a próxima vez vou colocar um tantinho a mais de açúcar na massa, acho que ficarão melhores!


2 laranjas
azeite (o mesmo peso do suco das duas laranjas)
açúcar de confeiteiro (o mesmo peso do suco das duas laranjas)
cerca de 400g de farinha
2 gemas
1 colher (sopa) de fermento

Para pincelar
1 gema
1 colher (chá) de leite
Açúcar granulado para polvilhar


Rale a casca de meia laranja para obter as raspas e depois esprema as duas laranjas para obter o suco. Pese o suco e separe a mesma quantidade de azeite e açúcar de confeiteiro. Misture o suco com o azeite, 2 gemas, as raspas de laranja, o açúcar e o fermento, depois coloque 300 g de farinha, misture e vá adicionando a farinha restante até obter uma massa homogênea e fácil de trabalhar (tive que colocar mais um pouco de farinha além da quantidade pedida). Forme uma bola, envolva em filme plástico e deixe na geladeira por meia hora.
Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Depois desse tempo, abra a massa com o rolo na espessura de 2-3mm, e recorte-a no formato desejado (eu usei a carretilha de pastel).
Coloque os biscoitos sobre uma assadeira recoberta com papel manteiga ou alumínio - usei papel manteiga.
Misture a gema reservada com o leite e pincele a superfície dos biscoitos, asse por cerca de 15 minutos. Os meus precisaram de 20 minutos.

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Pãezinhos de Mandioquinha


É uma receita de um pãozinho bem macio, para o café da manhã, ou lanchinho da tarde, para degustar com manteiguinha, geléia, requeijão, ou com o que lhe der na telha.

Minha filha adora aquecer o pão e passar manteiga, hummm uma delícia!

30g de fermento biológico fresco - usei 10g de fermento biológico instantâneo
¼ xícara (chá) de leite
½ xícara (chá) de óleo - usei de canola
2 ovos
2 colheres (sopa) de açúcar
250g de mandioquinha cozida e espremida
1 colher (sopa) de margarina ou manteiga - usei manteiga
½ colher (sobremesa) de sal
cerca de ½ quilo de farinha de trigo - foram 450g desta vez


Se a opção do fermento for pelo fermento fresco, dissolva-o no leite com o açúcar.
Caso faça com o fermento seco, junte-o a 300g de farinha de trigo, misturando bem.
Leve todos os ingredientes à batedeira e com o gancho, deixe bater uns 10 minutos, acrescentando a farinha de trigo às colheradas. Quando se tornar um pouco difícil de bater, não maltrate a batedeira, coloque a massa na pedra e vá juntando a farinha de trigo aos poucos, sovando bem, até a massa desgrudar das mãos e da pedra, por cerca de 10 minutos.
Faça uma bola com a massa, coloque numa vasilha polvilhada de farinha, cubra, e deixe descansar por cerca de 15-20 minutos, até crescer, num lugar abrigado, sem vento.
Eu deixe crescer dentro do microondas - desligado.
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Dê um soquinho na massa para sair o gás e abaixar a massa, e faça os pãezinhos - eu fiz de 50g.
Coloque em assadeira levemente untada e deixe crescer, até dobrar de volume - eu deixo dentro do forno - desligado - cerca de 20 minutos.
Leve ao forno por cerca de 25 minutos, ou até ficar douradinho.


Rendimento: 21 pãezinhos de cerca de 50g

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Pão com Limão Galego e Sementes de Papoula


O perfume do limão sempre anuncia uma delícia, e com esta receita, não poderia ser diferente.

É perfeito para o café da manhã do fim de semana, pois é quando temos mais tempo para nos alimentarmos, sem a correria do dia-a-dia, e saborear uma fruta, um iogurte com cereal e finalizar com uma fatia deste pão!

Bem, não só para o café da manhã, na verdade é a qualquer horinha, pois basta deixá-lo à vista que com um cafezinho vai muito bem!

Obrigada Valentina, pois é Delicioso! Bem, de um blog só de Delícias, não poderia ser de outra forma!!!


2 limões galegos
3 ovos
170g de açúcar
180g de farinha de trigo peneirada
150g de manteiga sem sal, derretida
3 colheres (chá) de fermento em pó
Pitada de bicarbonato de sódio
1 colher (sopa) de sementes de papoula


Pré-aqueça o forno em temperatura de 180ºC. Unte e polvilhe uma forma de pão (16 cm x 9 cm x 8.5cm) – como eu não tinha esta, fiz em uma de 24x10x5 cm, portanto ficou um mais baixinho...
Raspe a casca de 1 dos limões, e esprema o sumo dos dois.
Numa tigela coloque os ovos e açúcar e bata bem até que a mistura engrosse e comece a espumar.
Aos poucos vá acrescentando a farinha de trigo peneirada e a manteiga derretida. Nesta etapa utilize uma colher de pau para misturá-las. Não bata. Com uma espátula incorpore na massa o fermento em pó, o bicarbonato, a raspa de limão, o sumo de limão e as sementes de papoula.
Misture só o suficiente para que tudo se incorpore.
Coloque tudo na forma e leve ao forno por aproximadamente 40 minutos.
Faça o teste do palito. Dependendo do forno talvez necessite de 50 minutos para assar.

Servidos?

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Bolo de Carne com Legumes


Esta receita é um coringa, quando não tenho muito tempo para uma refeição elaborada (aiai, quase sempre...) que fica muito saboroso, nutritivo, e de preparo rápido!

O pessoal em casa já sabe - pelas cores, da existência de cenouras, azeitonas e pimentão, mas não sabem do ingredientes secreto, a 'aveia', que confere uma maciez e umidade ao bolo, sem falar da qualidades nutritivas deste cereal, fonte de fibras, ferro, proteínas e cálcio. Existem estudos que indicam que o consumo regular de aveia sugere que há diminuição na absorção do colesterol total, e há controle da glicemia e controle da pressão.
.
Sempre fiz como a receita (tá bom, com algumas alteraçõeszinhas aqui e ali...) mas desta vez pedi emprestado o molho do meatloaf da Cinara, que ficou ótimo!!

Já está estabelecido, daqui prá frente, será sempre assim!


Para 8 porções:

500 g de coxão-mole moída
1 cebola ralada - usei uma grande picadinha
1 dente de alho amassado - usei 2 pequenos
1 colher (sopa) de margarina
1 copo de iogurte natural
2 ovos
1 colher (sopa) de molho inglês
1 colher (sopa) de mostarda
1 xícara (chá) de aveia em flocos finos
quanto baste de sal
50 g de pimentão verde picado - usei um pouquinho do antepasto de pimentão
40 g de azeitona verde picada
2 cenouras raladas
1/2 xícara (chá) de salsinha picada
Misture todos os ingredientes, coloque numa forma de bolo inglês untada e polvilhada com farinha de rosca.

Coloque o molho por cima e leve para assar, forno médio pré-aquecido 180ºC.
Asse por 1h e 30min.

Para o molho, misture bem
2/3 xícara de catchup
2 colheres (sopa) de vinagre de maçã
Pouco menos de 1/2 xícara de água
1 1/2 colher (sopa) de molho inglês
1 1/2 colher (sopa) de açúcar


Sirva com legumes e batata palha. Servi também com uma saladinha!

Bom apetite!

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Brownie


Minha filha adora chocolate, já falei? Já, mas ela me lembra sempre...e estava 'precisando' comer uns brownies...

Fiz estes brownies para ela, bem, para todos nós, pois todos gostam e ficam deliciosos.

Ao invés do chocolate branco, fiz com nozes picadas!

Comi só 2 pedaçinhos, ...., só...., nem unzinho mais, .....



200 g de manteiga
200 g de chocolate meio amargo
3 ovos
1 1/2 xícara (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
3 colheres (chá) de fermento em pó
200 g de chocolate branco - usei 150g nozes picadas - da próxima vez, farei com 120g, pois achei que ficou com muita noz...
manteiga e farinha da trigo para untar e polvilhar


Pré-aqueça o forno a 180°C (temperatura média). Unte uma assadeira retangular média com manteiga e polvilhe com farinha de trigo. Usei uma de 35 x 23 cm.
Passe a farinha e o fermento em pó pela peneira para uma tigela. Pique grosso o chocolate branco e misture com a farinha e o fermento. Reserve.

Escolha uma tigela de vidro (ou de inox) que encaixe sobre uma panela para fazer um banho-maria. Pique o chocolate meio amargo. Transfira para a tigela e junte a manteiga.
Coloque dois dedos de água na panela e leve ao fogo alto. Quando ferver, abaixe o fogo e encaixe a tigela com o chocolate e a manteiga sobre a panela. O segredo é não deixar a água encostar no fundo tigela e tomar cuidado para que o encaixe dos recipientes seja perfeito, evitando o vazamento do vapor. Quando o chocolate começar a derreter, mexa bem com uma colher de pau para misturar com a manteiga. Assim que obter uma mistura lisa, retire do banho-maria.

Eu fiz no microondas, na potência 70%, mexendo após 20 segundos, depois 10 segundos, depois mais 10 segundos, e depois a cada 5segundos, até derreter - o tempo total vai depender do microondas, do horário...

Numa batedeira, junte o açúcar e os ovos. Bata em velocidade alta por cerca de 3 minutos ou até que a mistura fique esbranquiçada.
Desligue a batedeira e misture, aos poucos, o chocolate derretido com uma colher de pau ou uma espátula. Como o chocolate ainda estará quente, se colocado de uma vez, poderá cozinhar os ovos.
Na tigela com a massa de chocolate, adicione aos poucos a mistura de farinha com o chocolate branco, mexendo delicadamente. Transfira a massa para a assadeira untada.

Leve ao forno pré-aquecido para assar por cerca de 30 minutos. A massa ainda deve estar úmida quando sair do forno (com a aparência de um bolo ligeiramente cru). O meu ficou uns 2-3 minutinhos a mais, fui atender ao telefone, daí....

Deixe esfriar e sirva com creme batido ou sorvete de creme.

Se quiser servir o brownie quente, deixe esfriar e desenforme. Em seguida, leve ao forno pré-aquecido a 160ºC (temperatura média) por 5 minutos.

Eu aqueci no microondas...

Rendimento: 24 pedaços

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Peito de Peu com Purê de Maçã


Peito de peru é uma carne gostosa, leve, e como eu já o compro congelado, é de fácil preparo.

Para acompanhamento, fiz o purê de maçãs da Rosi, que ficou uma delícia! E um arrozinho branco e uma salada. Pronto!

Uma refeição saborosa, não muito calórica, para estes dias de calorão (apesar de hoje não estar tão quente...)


Para 4-6 porções:

Peito de peru - embalagem com cerca de 1 kg
Degele e asse conforme as instruções da embalagem - eu reguei com vinho branco seco.

Fatie e coloque no prato de serviço. Guarneça com o purê de maçãs e sirva o arroz à parte.


Purê de maçãs
10 maçãs
suco de 2 limões
½ xíc. (chá) de açúcar
1 xíc. (chá) de vinho branco
100 g de manteiga
1 pitada de sal

Descasque as maçãs, retire as sementes e corte em pedaços. Transfira-os para uma panela e regue com o suco de limão. Junte o açúcar, o vinho e leve ao fogo brando, com a panela tampada, até que as maçãs fiquem bem macias. Eu me distraí lavando as folhas para a salada, esqueci de marcar o tempo, mas acredito que tomou cerca de 30 minutos.

Remova a tampa e deixe cozinhar até quase todo líquido que se formou na panela evaporar.
Em um processador de alimentos, bata as maçãs com a manteiga e o sal, ate formar um purê - passei pela peneira.
Sirva morno, para acompanhar assados.

domingo, 11 de novembro de 2007

Pão Integral da Karen


Gosto muito de fazer pão em casa, sempre 'cavo' um tempinho para preparar um.
Como fui às compras, trouxe um pouco de germem e farelo de trigo, para poder fazer esta receita, que me cativou pelos ingredientes e pelo resultado, excelente, nutritivo, perfeito para fazer em casa, mesmo sem a máquina de fazer pão, que não tenho.

Karen, adorei!!


Fiz 1/3 da receita, apresento abaixo a receita inteira:

* xícara medida de 200ml

3 xícaras de água morna
1 xícara de óleo
3 ovos
1 colher (sopa) de sal
1 xícara de açúcar mascavo
1 xícara de farelo de trigo
1 xícara de gérmen de trigo
2 xícaras de farinha de trigo integral
2 xícaras de aveia em flocos
2 colheres (chá) de fermento para pão, seco
cerca de 1 kg de farinha de trigo comum


Misture o óleo, os ovos, o sal e o açúcar mascavo. Mexa e coloque o farelo de trigo, o gérmen de trigo e a água morna. Misture e acrescente o fermento, o trigo integral e a aveia. Misture novamente e vá colocando farinha de trigo até ficar uma massa dura, difícil de misturar com a colher.

Esta etapa eu fiz na batedeira, e deixei bater bem uns 10 minutos, depois pus na pedra e fui secando a massa, com a farinha de trigo branca restante.
Despeje a massa numa superfície polvilhada com farinha, limpe bem a vasilha utilizada com uma espátula de pão e sove bem, por cerca de 10 minutos, sempre polvilhando mais farinha até que fique uma massa homogênea.
Coloque a massa na vasilha levemente untada com óleo e cubra com filme plástico. Leve para crescer por aproximadamente 1 ou 2 horas ou até que dobre de volume. Deixei crescer dento do forno de microondas, desligado.
Divida a massa em três partes. Enrole o pão e coloque em assadeiras de bolo inglês untada com óleo. Cubra com filme novamente e deixe crescer por mais 1 ou 2 horas, até que a massa quase alcance a borda da forma, quase tocando o filme.

Leve para assar em forno médio pré-aquecido por cerca de 40 minutos.

Após o 1º crescimento, tirei a massa da vasilha, amassei de novo e fiz os pãezinhos e coloquei para crescer novamente em assadeira forrada com papel alumínio untado com óleo.
Após terem crescido novamente, levei ao forno a 220ºC por 10 minutos e depois reduzi para 180ºC, por cerca de 15 a 20 minutos, até ficarem douradinhos.

Rendimento: 18 pãezinhos de cerca de 50g cada, para 1/3 da receita.

sábado, 10 de novembro de 2007

Bolinhos de Chocolate


Estes bolinhos são leves, ótimos, práticos, saborosos.

A penúltima vez que fiz, apresentei como cupcakes, uns com merengue italiano e outros com glacê de chocolate, ficaram lindinhos, e como fiz fora de casa (sem ter programado...) não tirei fotos.

Vieram uns pequenos convidados, achei que seria perfeito servir os bolinhos, e foi, todas as boquinhas aprovaram! Meu filho disse que eu não 'precisava ter trabalho para fazer a 'calda' '- cobertura do cupcake, foi sua maneira carinhosa de dizer que não gosta. Então, mostrei a ele a foto do post da Cris e ele disse, tá bom, esse é bonito, vc sabe fazer?

Aiai, não sei se já confessei, mas sou quase um desastre para decorações, então tentei copiar igualquinenqui às dela, pelo menos eu tinha um guia! Dos bons!

Obrigada Cris, a receita é 10! As decorações são lindas!

Fiz 2/3 da receita, para render uma bandeja de 12 muffins e usei forminhas menores de que as de muffins - usei nº 0. Me atrapalhei e pus mais massa que devia e os bolinhos não ficaram com aquele top lindo...

Apresento a receita completa
3 ovos
1 xícara de açúcar
100 g de manteiga ou margarina em temperatura ambiente - usei manteiga
1 1/2 xícara de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
1/2 xícara de chocolate em pó
200 g iogurte natural
1/2 colher (chá) de essência de baunilha
1 pitada de sal

Pré-aqueça o forno a 200°C.
Em uma tigela média, bata a manteiga e o açúcar até virar um creme. Acrescente os ovos, misture bem e, sem bater, adicione os outros ingredientes.
Unte uma forma para 12 muffins ou use forminhas de papel. Encha as forminhas até 2/3 da capacidade.
Asse por 15 a 20 minutos ou até dourar - faça o teste do palito.
Decore com glacê.

Para o glacê - meia receita foi suficiente
1 xícara de açúcar de confeiteiro
1 colher (sopa) de leite
1 colher (chá) de suco de limão ou laranja
Misture o suco ao açúcar. Pingue o leite até obter uma pasta grossa. Prepare o glacê em saco de confeitar ou faça um furo bem pequeno na ponta de um saco plástico (tipo ziploc) e decore os bolinhos já frios.

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Franguinho com Creme de Espinafre


Uma refeição simples, e saborosa.

O franguinho:
Lavei, limpei – tirei todas as gorduras de coxas, sobre-coxas e um pouco do peito, na verdade só deixei uma sobre-coxa com um pouquinho de pele, a pedidos, só para dar sabor.
Temperei com sal, pimenta, alho picado, 1 folha de louro, suco de 1 laranja e 100ml de vinho branco seco. Levei à geladeira em uma tigela, tampada, por 6 horas. Coloquei em uma assadeira o frango com a marinada, juntei 1 colherinha de ervas finas secas e levei ao forno, só com umas nesguinhas de manteiga, não chegou a ½ colher de sopa. E fui regando, até assar bem.

O creme de espinafre:
Lavei as folhas e levei para cozinhar no vapor, até murchar bem.
Espremi, piquei com uma faca. Numa panela, refoguei 1 colher de sopa de cebola picadinha com 1 colher de sopa de manteiga, acrescentei o espinafre, deixei refogar, juntei 1 colher de sopa de farinha de trigo e 1 xícara de leite e deixei ferver por 3 minutos, mexendo sempre, juntei sal e um pouquinho de pimenta.

O arroz:
Branco, só com refogado de cebola picadinha e 1 folha de louro.

Antes de sentarmos à mesa, comemos uns palitinhos de cenoura crua, só com um tantinho de sal, para ir mastigando enquanto o frango chegava no ponto...


Uma Delícia!

Biscoitos de Canela da Marizé


Quando a Marizé nos brindou com estes biscoitinhos, imediatamente anotei a receita, pois ia fazê-los, com certeza!

São perfeitos para acompanhar um cafezinho - ao invés da colherzinha, misturamos o café com um pauzinho de canela. Servi ontem aos meus convidados, que se deliciaram!!

Os biscoitos são ótimos, crocantes, e o perfume de canela hummmm, acolheu a todos.

Guarde os biscoitinhos em uma lata bem fechada, que durarão por dias - isso se ninguém achar a lata antes...

Marizé, ADOREI, super obrigada!


Eis a receita, que veio do Tachos de Ensaio:

350g farinha de trigo
160g manteiga gelada
2 ovos
225g açúcar amarelo
2colheres (sopa) de canela em pó

1 gema com 1 colher (sopa) de rum para pincelar
açúcar granulado para polvilhar

Deita-se a farinha sobre uma superfície de trabalho, abre-se uma cova no meio e coloca-se aí a manteiga picada rapidamente para não amolecer, (técnica da massa quebrada), os ovos e o açúcar misturado com a canela. Mistura-se tudo rapidamente, envolvendo a farinha com os outros ingredientes usando as pontas dos dedos, sem amassar demasiado.
Tende-se uma bola, envolve-se em película aderente e deixa-se repousar no frigorífico durante 1 hora.

Prepara-se dois tabuleiros de forno forrados com papel vegetal, uma rede para arrefecer os biscoitos, e outros utensílios necessários.
Numa tigela, misture a gema de ovo com o rum, e reserve.
Pré aqueça o forno a 180ºC.

Sobre uma superfície lisa e polvilhada, estende-se a massa e corte as estrelas com um cortador de bolachas. Colocam-se as bolachas no tabuleiro e pincelam-se com a mistura de gema e rum, e leve ao forno durante mais ou menos 10 minutos. Verifique a cozedura.
Retira-se do tabuleiro com uma espátula e deixam-se arrefecer sobre a grelha antes de guardar em recipiente hermético.


Em tempo:
A primeira fornada fiz biscoitinhos menorzinhos e mais finos (3mm), e ficaram 10 minutos no forno.
Para a segunda fornada, usei um cortador maiorzinho e deixei a massa um tantinho mais alta (5mm), e ficaram 13 minutos no forno.

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Pudim Italiano de Pão



Aprendi com minha avó, pãozinho francês em casa nunca 'sobra'. Se murchou, vira torradinhas, ou croutons, ou farinha de pão, ou almôndegas, ou Doce!

Faço esta receita há tempos, mas não me recordo de onde copiei.... se o autor me visitar, me avise para que eu possa dar o crédito merecido, OK!

Fiz metade da receita, para cortar à metade as calorias (será?!?!?)...


Aqui está ela, completa:

3 colheres (sopa) manteiga, sem sal
5 pães, tipo francês, amanhecidos, sem a casca grossa cortadas em fatias grossas (+- 250g)
500g de açúcar
4 ovos grandes inteiros
800ml de leite

Unte um refratário médio (capacidade 2500 ml) com a manteiga.
Forre-o com as fatias de pão.
Leve ao liquidificador o restante dos ingredientes e bata bem. Coloque sobre os pães e deixe descansar por 30 minutos.
Leve ao forno pré-aquecido (180ºC), cerca de 1hora e 30 minutos.

Sirva gelado.

Podem ser feitas variações, acrescentando:
  • 1 cálice de vinho do Porto; - Foi o que eu fiz hoje!!
  • 100g de uvas passas, deixadas de molho em um cálice de rum;
  • 100g de coco seco ralado sobre o doce, antes do descanso de 30 minutos;
  • 100g de queijo tipo parmesão ralado;
  • 100g frutas cristalizadas;
  • 1 colher (sopa) de canela + 1 colher (chá) de noz moscada + 1 colher (café) de cravo moído ;
  • e por aí vai...
  • ou como a Anna, que passou geléia nas fatias de pão - reduzindo então um pouco do açúcar da receita.


Que tal?



domingo, 4 de novembro de 2007

Pão de Queijo Ana Maria


Sei que há muitas boas receitas de pão de queijo. Essa é uma com batatas na massa, fica super gostoso.
Esta receita quem me deu foi minha cunhada, há muito tempo atrás. Como eu fiz hoje aqui em casa e ela fica muuuuito boa, quis dividir com vocês.
Que tal um quentinho, com um cafezinho?
Ou com um capuccino, para aquecer - hoje refrescou bem e 'aproveitei' para tomar um!


1 kg polvilho doce
1 kg batatas cozidas e passadas pelo espremedor
200g margarina
1 xícara (chá) leite
300g queijo meia cura, ralado
5 ovos
Sal, se necessário

Coloque o polvilho numa vasilha.
Leve o leite numa panela ao fogo junto com a margarina e quando levantar fervura, jogue sobre o polvilho, mexendo bem, até que ele fique bem escaldado. Junte os demais ingredientes, prove o sal – vai depender de quanto salgado for o queijo utilizado. Amasse bem com as mãos, até ficar bem homogêneo.
Faça bolinhas e leve para congelar num tabuleiro. Após umas 2 horas, retire do tabuleiro, coloque num saquinho próprio para congelamento, extraia o ar, etiquete, e deixe congelado por até 3 meses.
Quando for utilizar, leve para assar, congelados mesmo, em tabuleiro sem untar, em forno a 180ºC, até começar a corar, cerca de 30 minutos.


Descongelei só uns para o lanchinho do meu filho, ele adora o pão de queijo com requeijão!

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Antepasto de Berinjela

Preparei este antepasto de berinjela, para ser degustado com um pãozinho italiano, ou integral....
Um pão preto, com um pouquinho de mostarda e este antepasto, aiai, é de chorar por mais!

Podem ser feitas variações, como juntar 1 a 2 abobrinhas italianas cortadas em cubos – as berinjelas idem, 1 a 2 pimentões em tirinhas (e sem a pele, para não ficar lembrando deles depois...)

Ou até uma sugestão mais adocicada: reduza o alho para 2 dentes, substitua o orégano por ervas finas e acrescente nos minutos finas ¼ de xícara (chá) de uvas passas brancas – ao invés das azeitonas! Fica excepcional!!


2 berinjelas
1 cebola
3-4 dentes de alho
1 colher (chá) sal
2 colheres (chá) orégano seco
pimenta – usei calabresa seca
1 folha de louro
½ xícara (chá) azeite
½ xícara (chá) vinagre de maçã
¼ xícara (chá) azeitonas verdes picadinhas


Lave, descasque e corte as berinjelas em tirinhas de 0,5cm de largura – fatie longitudinalmente e depois corte as fatias ao meio e termine por fazer as tirinhas. Caso a berinjela seja muito grande, corte as fatias em 3 partes.
Deixe as tirinhas de molho em uma vasilha com água e sal, por 30 minutos.
Enquanto isso, prepare o restante dos ingredientes:
Descasque e corte a cebola ao meio e depois fatie, obtendo meias luas finas.
Pique os dentes de alho bem miudinho.
Eu tiro as sementes da pimenta, para usar só a polpa seca.

Escorra as berinjelas e coloque num refratário grande, junte os demais ingredientes, mexa bem, tampe e leve ao microondas, na potência máxima, por 10 a 12 minutos, mexendo de 3 a 4 vezes durante o cozimento.
Estará pronto quando ao mexer se perceber que não há mais líquido no refratário, somente o azeite. Junte as azeitonas picadas. Agregue mais azeite caso seja de seu gosto!
Deixe esfriar e leve à geladeira.

Fica muuuuuuuuuuito melhor após 8 horas de geladeira!!