segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Pão com Passas e Alecrim




Mais uma receita do livro La Dolce Vita, deliciosa!
Este é um pão salgado típico da região da Toscana, região da Itália conhecida pela qualidade excepcional do alecrim, uma erva extremamente aromática.

Um pão macio, saborosíssimo, com o aroma de alecrim bem suave, mas presente. Uma massa macia e gostosa de sovar e de trabalhar.

Experimente no lanche, com uma taça de vinho.... As torradas dele também ficam ótimas!!!


2 colheres (chá) fermento biológico seco, instantâneo
470g farinha de trigo especial para pães
1 ½ colheres (chá) sal
2 colheres (sopa) leite em pó desnatado
100ml de água morninha
4 colheres (sopa) azeite de oliva extra-virgem
4 ovos ligeiramente batidos
1 colher (sopa) alecrim fresco, picadinho
120g uvas-passas (no livro pede 225g mas achei muito...)



Em uma vasilha grande, misture o fermento à farinha de trigo. Junte o sal e o leite em pó e misture bem.
Faça uma cova no centro e coloque então a água, o azeite e os ovos. Vá amassando até agregar todos os ingredientes.
Coloque a massa em superfície levemente untada e sove a massa, até que ela fique macia, elástcia, cerca de 10 minutos. Se a massa estiver muito grudenta, acrescente um tantinho de farinha, ½ colher de sopa de cada vez. – eu só acrescentei ½ colher de sopa e foi suficiente para não grudar mais nas mãos. Acrescente o alecrim e sove mais um pouquinho, até ele estar bem agregado à massa.
Boleie e coloque a massa em uma vasilha levemente untada, cubra com filme e deixe crescer local livre de correntes de ar, até que dobre de volume (eu fiz num dia mais fresquinho e precisou de cerca de 2 horas).
.
Dê um soquinho de leve na massa para retirar as bolhas grandes de ar, retire a massa da vasilha com cuidado e coloque-a sobre a bancada, levemente enfarinhada. Puxe uma ‘ponta’ da massa para o centro, afundando um pouquinho, repetindo mais 2 ou três vezes. Boleie e deixe descansar por 5 minutos.
.
Unte uma assadeira. Como eu assei sobre a pedra cerâmica, eu coloquei uma folha de papel manteiga e cobri com flocos de milho.
.
Divida a massa em 2 partes iguais - eu uso a balança para pesar.... Abra cada massa formando um retângulo, distribua as uvas-passas sobre a superfície, feche estilo envelope (comece pelo lado menor, sobrepondo 2/3 do retângulo; belisque a emenda; pegue a outra largura pequena e sobreponha o 1/3 formado anteriormente). Faça novamente a dobradura tipo envelope. Enrole como para rocambole, a partir do lado menor, beliscando nas emendas, central e laterais. Boleie e coloque na assadeira preparada. Faça o mesmo com a outra metade de massa. Polvilhe um tantinho de farinha sobre cada pão, cubra com filme e deixe descansar/crescer, por cerca de 1 hora, em local livre de correntes de ar.
.
Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Verifique se o pão está pronto para assar: ‘molhe’ o dedo na farinha e pressione a massa, delicadamente; se a depressãozinha formada voltar à posição original rapidamente, deixe crescer mais um pouco; se voltar devagar, já está pronto para assar!
Com uma faca, afiadíssima – eu uso uma lâmina, faça 2 cortes sobre cada pão, formando um X, com cerca de 0,5cm de profundidade.
Coloque os pães para assar, por cerca de 45 minutos, até estarem bem dourados e o som ouvido ao bater com os nós dos dedos embaixo do pão for oco. Como os meus assaram na pedra, já estavam prontos em 35 minutos.
Retire os pães das assadeiras e coloque-os numa grade para esfriarem. Aguarde o resfriamento para consumi-los.

40 comentários:

EU MULHER disse...

Laurinha, você acredita que nunca consigo fazer um pão gostoso, sempre fica de quebrar o chão.
Fiquei apaixonada pelo seu pão, vou tentar fazer e depois lhe digo o resultado.

O seu pão ficou super lindo e convidativo.

Bjus!

Andrea Dohashi disse...

Lindo pão! Sem dúvida você á a rainha dos pães!
Àgua na boca aqui!
beijocas

Priscila L. Beneducci Afonso disse...

Oi Laurinha, tem um reconhecido registrado lá no meu blog para você. Um beijão da Pri de Minas Gerais

Andreia disse...

Concordo com o que já foi dito em cima! O pão ficou com um aspecto muito (mesmo muito !) covidativo!

Bjinhos
Andreia

Nana disse...

Laurinha, monta uma padaria mulher!
Um pão assim tem que vender.
Ficou maravilhoso.
Bjs

Filipa disse...

Laurinha, realmente você é a rainha dos pães! Ficam sempre todos tão lindos e apetitosos! Este é mais um que nos deixa a salivar...

beijinhos

Avental disse...

Adorei seu blog! Tem pratos com óptimo aspecto! Vamos experimentar!

Se puder e quiser viste a minha cozinha em senhoravental@blogspot.com e deixe sua opinião. Obrigada. Pacri

Rata de Cozinha disse...

Huuuummmm!!
Amo pão!! Você já sabe, né?!

Beijão!

ameixa seca disse...

Os teus pães são lindissímos Laurinha :)

Ba disse...

Laurinha, seu pão ficou lindo!
Parabéns!

Axly disse...

Adorei esse pão, as passas ai no meio então, deve ficar o máximo!
Receita anotadinha^^
Kisss!

Luciana Macêdo disse...

Ah...posso imaginar e sentir o perfume daqui.
Pão caseiro é uma tentação que não resisto.
Bjs!

Silvia Arruda disse...

Não tem nada melhor do que um pãozinho caseiro, né?

Mari Azevedo disse...

Laurinha querida, que delícia de pãozinho!! Que lindo ficou!! Aiaiai, como eu queria ter mão boa para pães.. definitivamente nao tenho.. ano q vem quero fazer um cursinho básico, quem sabe nao ajuda, né?? =P
Bjo grande!!

Vivian disse...

Oi Laurinha !! Seu pao ficou lindo. Eu quase nao faço pq toda vez que vou fazer uma receita nova pode acontecer de o pao ficar duro. É algo tao simples mas que requer uma certa técnica, né? Mas se vc disse que esse fica macio, entao vou tentar fazer

boa semana

Téia disse...

Laurinha minha linda e querida parceira, vim te agradecer pelas lindas palavras no meu blog. Aff, amei, demais de lindo, sô. Ó, simplesmente achei o máximo termos empatado o desafio do Rei Coentro, tô bem acompanhada pra "caramba", seu pão arrasou. Como todas falaram, você é a rainha do pão, meninadocéu, que pão lindo é este? Ai, um pedacinho agora, me deixaria muito feliz...Bj grande amiga.

Gourmandise disse...

li pão e taça de vinho e já comecei a imaginar a cena, os sabores...rs
bjo

*-._.-* Anita *-._.-* disse...

Como sempre maravilhosa com seus pães... A cor esta linda,e a aparência, chega dar idéia do cheirinho de pão fresco!

Parabéns!

bjssssssssssss

Leonor de Sousa Bastos disse...

Este pão ficou mesmo com aquela cara de pão bom com sabor caseirinhO!

O alecrim deve dar-lhe um aroma maravilhoso!... essas fatias finais são um pecado!:)

laila disse...

Laurinha estas uma padeira cada vez melhor..que maravilhoso q ficou...e o docinho daspasas...i deve sre incrivel...

e a maciez do pao..ai já decidi faze-lo mtissimo breve! bjs

mamaeuquerobolos disse...

QUE PÃO tão lindo Laurinha!!!
Parábens pelo cyber cook, aqui tem mesmo comida boa!!!!!
Beijinhos

Andrea Dohashi disse...

RS, obrigada por me avisar, li várias vezes depois de digitar e acho que comi mesmo a farinha! rs
beijos

Marly disse...

Laurinha,

Esse pão com essa casquinha e esse recheio está uma tentação! Mais um para a minha 'to do list'!

Beijinhos.

Laurinha disse...

Ana, acho que pão - assim como outras preparações, só tem um jeito: tentar, errar, acertar, melhorar....e acontece de errar, errar, errar,... :DD

Andrea, tô aqui rindo.... adoro fazer pães, aos poucos vou aprendendo um tantinho, degrau a degrau...

Pri, vc é uma fofa, obrigada!!

Andreia, e é uma delícia, vai por mim!

Nana, :DDD

Filipa, um sabor e aromas surpreendentes!

Pacri, bem-vinda, estou indo lá agorinha mesmo!

Rata, experimente este, é fantástico!

Ameixinha, obrigada, linda!

Ba, e uma delícia!

Axly, quando vi a receita, já fui anotando para experimentar!

Lu, também adoro, faz tão bem fazer, sentir o cheiro do pão fermentando já atiça as lombrigas!

Silvinha, tem sim: dois pães! :DD

Mari, tb gostaria de fazer um curso, quem sabe a gente combina e fazemos juntas!! que tal a idéia???

Vivian, olha, como eu disse, só tentando, errando, acertando, melhorando...

Téia, quando a gente se encontrar ao vivo, faço um pão fresquinho procê!!

Nina, falta só uma paisagem toscana, campos forrados de cultivo de alecrim... ô pretensão!!

Anita, tanto fresquinho, como levemente torrado, é uma delícia!

Leonor, pena que não temos - ainda- como sentir os aromas pela net...

Lindinha, sabe que nenhum briga com o outro: nem o docinho das passas mascara o alecrim, nem o contrário...

Mamaeuquerobolos, bem-vinda! obrigada!!!

Andreia, que coisa... deixa um pouquinho pra mim, vai... :DDD

Beijinhos a todos!!!

lunalestrie disse...

Quando eu crescer, quero fazer pães que nem a Laurinha... ;D

Chef Debora Cordeiro disse...

Já estão abertas as votações para o desafio Finger Foods do Mirepoix. O prazo e´até o dia 27/11

http://chefdeboracordeiro.blogspot.com/2008/11/votao-aberta-finger-foods.html

Abraços,
Debora Cordeiro

monica disse...

Que belo pão!
Este blog é um paraíso de receitas deliciosas!
Beijinhos

Cris disse...

Estou namorando seu pão... parece de revista Laurinha, ficou lindo, lindo. Bjs!

Isa Lourenço disse...

Mais um pão maravilha. Gostei desse toque do alecrim

Passe pelos Paldares, está lá um desafio para si.

Bjos

Iliane disse...

que maravilha de receita..e..que foto espetacular!!!!você..se aperfeiçoou em pães..cada um melhor que outro..parabens amiga..

Luciana disse...

Laurinha, teu pão ficou bonitão. Domingo passado tentei me aventurar no mundo dos pães... o fermento não cresceu... o pão não cresceu... bem, mas eu não vou desistir.
Bjos, Lú.

Marcia Rosa disse...

Laurinha, adorei o truque para saber quando colocar o pão ao forno...alecrim com passas?! não gostava do cheiro do alecrim e acabava não usando na comida. Minha cozinheira usou em costelinha de porco e amei! Pela textura do pão, deve ter ficado uma delícia!! Obrigada pelas dicas, sempre preciosas!
bjs

Magia na Cozinha disse...

Ficou fantástico! Adoro pão com passas.
Bjs :)

Donna Dani disse...

Simplesmente maravilhoso e com uma cara de cantina italiana!!
bjks

Carla disse...

que pão bommmmmmm =)

bjs

Rogério disse...

iai pessoas

Esse pão deve ter um aroma delicioso.

Alguém saberia alguma técnica para fazer aqueles cortes nos pães? Após moldá-los já tentei fazer o corte antes ou depois de crescer, usando faca, tesoura e até aquela lâmina de estilete. Tudo em vão. Depois de assado os cortes ficam minúsculos, chegando a sumir!!!!

Laurinha disse...

Olá Rogério, tudo bem?

Qto aos cortes, vc se refere aos que estão neste pão, por exemplo?

Se forem estes, eu faço assim:

Após o segundo crescimento do pão, quando ele já cresceu o suficiente e já está prontinho para ir ao forno, eu corto com a lâmina de aço inox....
Não gosto de cortes muito profundos, normalmente faço cortes com cerca de 0,5cm de prof.
Caso vc queira mais profundo, passe a lâmina mais de uma vez no mesmo 'risco'...
E coloque o pão imediatamente no forno, colocando então o vapor...

Beijinhos

Rogério disse...

iai Laurinha? tudo assado?

Exatamente esses cortes a que me referi.

Já tentei fazê-los com faca de inox muito bem afiada, após o crescimento, e o pão deu uma afundada. Mesmo depois de assado ele não voltou ao tamanho que havia crescido inicialmente e o corte ficou pequeno. Também fiz antes do crescimento e adivinhe: a massa cresceu e o corte sumiu!!!

Vou tentar fazer o corte nessa profundidade que você indicou. Talvez eu esteja fazendo muito raso. Sempre achei que bastava um pequeno corte que, após crescido e assado, ele se transformaria num "grande" corte (confuso?).

Amplexos com especiarias

Valentina disse...

Que lindos os teus pães. sei que sou repetitiva mas realmente sempre me maravilho com eles.

Fernanda disse...

Laurinha, este pão está lindo!
Fiz e adorei! Acho que fazer pão é uma ate, a arte da vida.
Meu marido adorou, também!!!!
Bjs