segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Macarrão com Molho Branco e Presuntinho



Eu costumava dizer que minha filha quando era pequena, não comia nem vento. É verdade! Assim que os alimentos sólidos tiveram que fazer parte de suas refeições, começou meu desespero. Não é só força de expressão, não. Não comia meeeesmo, nem isso ou aquilo. E para completar, ela não tomava leite. Desde pequenininha, quando saiu do peito, tiver que dar leite de colherzinha para ela. Não tinha nenhuma mamadeira da qual ela gostasse. Comprei trocentos modelos/marcas, pois tinha esperança: essa ela vai topar. E nada. Por conta disto, uma vez, depois de tentar mil e umas maneiras de apresentar o papá para ela, fiz um espinafre com molho branco. E não é que ela gostou?! Então, aproveitei a deixa, e sempre que possível, lá estava o molho branco: creme de cenoura, na couve flor, no brócolis, até com chuchu!!
.
.
Eu ganhei meu primeiro livro de receitas - A Colher de Pau (Editora Verbo, 1965) da minha tia, e foi lá que aprendi a fazer o 'molho béchamel', conforme as fotos.
.

O livro é destinado aos principiantes na cozinha, vejam a primeira e a última páginas, são muito fofas!










E surgiu, com o tempo, o ‘macarrão com molho branco’, que meu filho também adora, e veio a se chamar ‘macarrão com molho branco e presuntinho’.

O molho branco passou então por algumas modificações: douro levemente 1 col de cebola picadinha em 1 col de manteiga, segue 1 col de farinha de trigo, deixo uns minutinhos no fogo mexendo sempre, e acrescento 1 xíc de leite, mexendo sempre, até ferver e encorpar um pouco. Tempero com sal, noz moscada ralada, 100g de presunto picado e 100g de champignons em lâminas, e quando está no ponto, apago o fogo e acrescento 50g de queijo parmesão ralado. Coloco sobre 250g de spaghetti ‘al dente’ sim, para eles tem que ser spaghetti, mais um pouquinho de queijo parmesão, e pronto!
.
Serve 2 porções
.
Bom apetite!!

20 comentários:

anna disse...

Esse molho branco deve ser una delícia!
A minha mãe conta histórias parecidas com a tua sobre a minha aversão à comida...
Quem diria que agora sou um bom garfo?!...

fezoca disse...

que gracinha esse livro! e o macarrao, hmm_mhhh, nao eh a toa que despertou o apetite da sua filhinha. Espero que agora ela ja seja um bom garfo. um beijo,

Agdah disse...

Menina, eu sei exatamente o que significa isso por que aqui em casa é a mesma coisa. Desde pequena, minha pisqüila não come nada, não gosta de nada. Mas adora leite e queijo e podia subsistir só com eles. Engraçado que eu faço a mesma coisa disfarçando as verduras no molho branco mas a danada percebe. Não sei como por que eu me viro de cabeça para baixo para esconder e triturar e mesclar e nada. contando ninguém acredita mas é a pura verdade.

Elvira disse...

Claro! Quem pode resistir a um molhinho assim...? ;-)

O livro é fofo demais.

Ana de Almeida disse...

Simples e delicioso ;)

Teresa disse...

J� vi que gostas de cozinhar, visita este cantinho, coloca as tuas deliciosas receitinhas e faz grandes amizades!

http://receitasdomundo.queroumforum.com

Bjos

Silvia Arruda disse...

O livro é muito fofo mesmo!! E esse macarrão parece muito o parisiense, né? Muito gostoso!! :)

receitinhas da belinhagulosinha disse...

hummm k boa ideia amiga e k livro tão bonito adoro receitinhas antigas k encontramois e k são uma maravilha...bjokas

Laurinha disse...

Anna, chorei muito, meeesmo, não sabia o que fazer pra ela comer feliz...

Fer, agora tenha que passar esparadrapo na boca dela, senão...

Agdá, acredito mesmo, e só quem passa por isso sabe... sabe que às vezes eu misturava tudo, noutras eu fazia um papá bem colorido, de todas as formas, maneiras, texturas, temperos e... lágrimas...
Passou! Agora, 'chega filha, agora só dá prá crecer pro lado....'

Elvira, Ana, simples e delicioso, com muito amor!

Teresa, obrigada pela visita

Silvia, é sim parece, sem o franguinho, né

Belinha, guardo este livro com o maior carinho.

Beijinhos, meninas!

Akemi disse...

Laurinha, adore seu cantinho! Este livro é mesmo muito fofo! Tenho saudades dos livros antigos de culinária de minha mãe que estão no Brasil!
Este macarrão está muito apetitoso! Sabe que vejo até um coraçãozinho nesta forma que vc dispôs o molho? rsss

Marizé disse...

Gosto de massa de toda a forma e feitio. Esta não me escapa. Está com aspecto delicioso.

Cris disse...

E sua filhinha, hoje come bem? Que graça este livro, gostei dos mandamentos da prudência, heeh, sabe que até hoje minha irmã pergunta se fechei o gás quando vou sair? Que coisa... :-)

turbolenta disse...

Temos de saber dar a volta às crianças, pois a hora da refeição é uma autêntico horror.
E quando não gostam, não gostam mesmo e não há nada a fazer.
boa semana

Eliana Scaramal disse...

Lindo o livro! E pratinho de massa um luxo só!! :)

Laurinha disse...

Akemi, vc é um doce!

Marizé, tb adoro massas!

Cris, a danadinha hj é adolescente, e precisa de zíper na boca, que nem sempre funciona...
Qto ao gás, costume é costume, não tem jeito, meu marido é igualzinho!

Turbolenta, criança é danada mesmo e se não formos mais espertas e sem demosntrar, levamos um baile delas!

Eliana, o livro é um dos meus xodós!

Obrigada e beijinhos, meninas!

Verena disse...

Laurinha, essa massa tem jeito de comida bem de casa, não? Delícia!
Beijos!

www.mangiachetefabene.wordpress.com

Anônimo disse...

Laurinha, eu adoro esse macarrão, só que acrescento um puquinho de azeitona bem picadinha.

Beijos
Juliana

Laurinha disse...

Verena, é isso mesmo, papazinho esquenta coração!

Juju, hummmmm!

Beijinhos,

Sara disse...

Laurinha convido-te a participar na corrente da amizade visita o meu blog e vê como fazê-lo.bjitos

Duly disse...

Laurinha que delícia de molho,sua filha sabe o que é bom!Beijo e bom fim de semana